Diário de Au Pair: #1

Estou eu aqui sentada assistindo ‘A vida Seacreta dos Bichos’ pela segunda vez hoje, e por quê? Eu te conto.

Das três crianças que eu cuido, uma delas é um menininho de dois anos, que quando eu cheguei aqui ia pra cama, tanto de noite quanto no meio do dia, sem problema algum. Algumas semanas depois da minha chegada, seu pequeno cérebro decidiu mudar os horários de dormir, e daí, colocar ele na cama passou a ser uma das minhas tarefas mais complicadas.

Mas todo mundo com a cabeça boa, sabe que sonecas são completamente necessárias pra crianças pequenas, e pra minha sanidade mental também haha. Então, eu quebrei meu coco até descobrir que o jeito era deixar ele cansar e pegar no sono sozinho, ao invés de força-lo a ir pra cama em um certo horário.

Hoje, quando voltamos da ginástica dele, eram dez horas da manhã e como era cedo demais pra colocá-lo na cama, coloquei seu filme favorito na TV e quando o mesmo estava quase no fim ele já estava apagado.

Coloquei a criança na cama sem problema algum e fui quieta fazer todas as minhas outras tarefas…. era a hora da felicidade.

“Não, não pode ser”, “deve ser a máquina de lavar”, “talvez algum brinquedo esteja ligado” … Essas foram as três coisas que passaram muito rápido na minha cabeça antes de eu tirar o bebê do berço aos berros, porque advinha? A primavera chegou e os jardineiros vem cortar a grama as quartas, no horário da nap do meu baby –‘

Vida de Au Pair não é fácil, só quem é sabe a sensação inexplicável que é estar nesse mundo. E minha inteção com esse novo quadro é fazer cada um de vocês sentir um pouquinho, rir, chorar, ou pensar duas vezes antes de vir hahah mentirinha, mas espero que tenham gostado, beijos e até a próxima!

IMG_2126

Anúncios